Zumba: Dança,Emagrecimento e Diversão

zumba-2.jpg

Parece que quando nos tornamos adultos, perdemos um pouco a capacidade de sonhar, de nos surpreender com a vida… os anos passam, acumulamos experiência e na maioria das vezes nos mantemos na zona de conforto…

Aquela sensação de liberdade que experimentamos na infância,acaba sendo sufocada pelos mais variados motivos… o corpo as vezes se torna tão rígido quanto os padrões impostos…

Tenho relatado minha experiência com” digamos”: a  descoberta e o prazer pela  atividade física, e hoje quero relatar minha experiência com a  zumba:

Poderíamos definir como uma aula de dança,com sequência de movimentos aeróbicos e coreografias…com várias benefícios para o corpo como:

Melhora da coordenação motora, melhora do sistema cardiovascular,trabalha os grupos musculares, queima de calorias…

Como não sou educadora física, prefiro relatar minha experiência como praticante:

Tive uma colega de trabalho que  praticava zumba, e falava com um entusiasmo da dança! até então  não conseguia compreender como alguém depois de trabalhar um dia todo,tinha ânimo, ir pra academia e ficar  dançando!

Mas quando realmente decidi praticar atividade física, a primeira experiência foi zumba:

E a surpresa foi ótima: mesmo sendo sedentária, participei e me diverti !é obvio que não aprendi todas a coreografias,mas não tem preocupação,cobrança…a questão é aprender no seu ritmo:  dançar, sentir a musica, …e experimentar novamente aquela sensação  de liberdade que talvez só tenha experimentado na infância… .

A  Zumba talvez seja a  mais democrática das danças: por  explorar variadas coreográficas e estilos musicais,  permitindo um  aproveitamento máximo: os minutos passam, e você nem percebe! queima calorias sem sofrimento.

Até então nunca tinha dançando, mas admirava o  balé clássico e principalmente o  jazz, e muito populares nos anos 80, auge dos filmes de dança: quando os personagens de academia usavam faixas na cabeça, polainas e collant…

polainas80s

Depois veio a” era da aeróbica” e os famosos campeonatos: na minha modesta opinião tudo muito mecânico e rápido!mas nessa época ( adolescência) não tinha motivação pra fazer nada!.Infelizmente, mais do que “Não Gostar de Fazer” não compreendemos a importância de: se cuidar e do quanto isso pode se refletir na qualidade de vida( presente, futuro).

mulher-maravilha1.jpg

Demorei pra criar coragem, mas felizmente dei o primeiro passo:

E depois de me encantar com a Zumba,Incorporei outras atividades como musculação,ginástica e pilates e consequentemente melhorei a alimentação e eliminei aquela mania de tomar remédio pra qualquer coisa…

As vezes as palavras não conseguem definir toda variação de sentimentos e emoção, talvez também nessa questão a palavra mágica seja Experimentar:

Aqui uma uma aula de Zumba,uma amostra, com meu professor:

Educador Físico:Toni Roveroni

Anúncios