Café com Leitura: Não Sou Feliz,Mas Tenho Marido

no-sou-feliz-mas-tenho-marido-relato-de-1-casamento-chumor-477411-MLB20556780689_012016-F

No Livro ‘Não Sou Feliz,Mas Tenho Marido ,a jornalista argentina Viviana Thorpe,relata com bom humor a história do próprio casamento, que durou 27 anos e terminou, depois que o marido saiu de casa par viver com outra mulher, curiosamente, com  o mesmo tempo de casado! sim! a moça tinha 27anos!

“‘Como eu fiz para continuar casa durante tanto tempo? As pessoas me fazem essa pergunta. Eu mesma, às vezes faço. Poderiam dizer que eu sou daquelas que romanticamente apostaram tudo na instituição menos romântica do mundo. Mas, se estivessem me perguntado há, digamos, dez anos, quando já não restava romantismo nenhum nos meus dias (que dirá das minhas noites), se o meu casamento ia durar tanto, eu teria dito que não. E durou 27 anos…’

Vi esse livro a alguns anos uma livraria, achei, muito interesse, afinal, falamos sobre estética, mas na vida existe também o outro lado…e saber lidar com as adversidades , com o inesperado ,é o que faz a diferença entre ser feliz ou não!

Necessitamos do belo,o prazer de um bom creme, de se olhar no espelho depois de um tratamento estético, de ser admirado , elogiado…também necessitamos do imperfeito…O ideal seria o aconchego, no abraço apertado e permanecer ali, naquela zona agradável de conforto.

Mas não!!!!quando menos se espera, você tem que juntar os pedaços,ficar em pé  e saltar por edifícios!… mesmo tendo pavor de altura!

Faz parte! acontece com todos em algum momento da vida! Felizmente nada é eterno!

Segue trechos de uma entrevista que a autora a Quem Online,em agosto de 2006

– Afinal, vale a pena casar ou não?
Viviana
Eu não acho que sou um bom exemplo a ser seguido, mas creio que todo mundo tem que fazer essa experiência. É a única forma decente de formar uma família, de criar os filhos. Porém, faça isso apenas uma vez: depois, case só aos 70 anos… assim, você tem um companheiro para cuidar de você quando estiver velha (risos).

É possível ser feliz sem marido?
Viviana
Não. O marido não é imprescindível, mas os homens continuam sendo necessários para certas coisas, não? Creio que o vibrador somente não é suficiente. Sabe por quê? Porque não faz churrasco (risos).

Por que uma mulher aceita ser amante, então?
Viviana
Existem muitas razões. Eu já fui amante e foi lindo. Mas não dá para apostar tudo nisso, é passageiro, perigoso. Apesar disso, a maioria das mulheres não espera que seja uma relação transitória: crêem que ele vai deixar a esposa para se casar com ela em algum momento. Querem converter o pobre homem em marido. Só que é bem mais fácil ser amante. Complica apenas se você pretende muito da relação: aí vai sofrer. Dentro das quatro paredes do motel, você pode se apaixonar – depois, se “desapaixona” automaticamente e volta para sua própria vida.

 

Anúncios